4 Maneiras De Usar o Google Forms No Seu Projeto

4 Maneiras De Usar o Google Forms No Seu Projeto

Você já reparou que em muitos projetos os processos complexos são terceirizados / integrados?

Por exemplo, os sites de grandes jornais brasileiros foram construídos em cima de uma plataforma chamada WordPress, para publicar seus conteúdos e notícias.

Com certeza muitos deles teriam capacidade de desenvolver uma plataforma própria. Mas qual seria a vantagem? Muitas vezes é melhor (e mais barato) usar algo que já existe.

E essa é a ideia desse post. Vamos te passar 4 ideias para usar o Google Forms no seu site, aplicativo, sistema, e qualquer meio digital.

O Google Forms (ou Formulários Google, em português) é um produto complementar ao Google Drive. No Google Drive, além de formulários, você pode criar documentos de texto, apresentações, planilhas, etc. E tudo completamente grátis.

Apesar de ter um layout relativamente simples e sem muitas opções de customização, o Google Forms é uma ferramenta poderosa de interação com o usuário.

Você cria um formulário com todas as perguntas que você precisa, podendo ter perguntas com resposta textual, opções de resposta fixa, ou até escalas (de 1 a 10, por exemplo).

Então quando alguém envia uma resposta ao formulário, ela fica salva em uma planilha e pode avisar a você por email.

Além disso, existem ferramentas ainda mais avançadas, que fazem uma ação a cada nova resposta. Usando o Pluga, por exemplo, a cada nova resposta você pode gerar uma nota fiscal no eNotas ou atualizar o cliente no ContaAzul.

Agora vou te mostrar 4 maneiras que é possível usar o Google Forms no seu software, projeto ou negócio:

Número 1

Colher Feedbacks (no seu aplicativo)

Você lançou um aplicativo Android e/ou iOS e já tem alguns usuários. Será que eles não tem nenhuma reclamação?

Vocês precisam se comunicar

Se você não der uma maneira para seus usuários enviarem seus feedbacks, essas sugestões ou reclamações vão parar direto nos reviews do seu app, trazendo notas 2, 3 ou 4 (com sorte). Isso vai prejudicar bastante o ranking do seu app na Store.

Para evitar esse desastre você pode integrar um formulário de feedback no seu aplicativo. O processo é simples: você precisa criar o formulário de feedback no Google Forms, e integrar no seu aplicativo.

A integração pode ser por forma de link, ou até usando uma WebView (método em que o formulário abre como se fosse parte do próprio app).

Daí é só acompanhar os feedbacks e respondê-los com respeito e presteza.

Ah! Não esqueça de pedir obrigatoriamente o e-mail do usuário no formulário, se não vai ser impossível respondê-lo. 🙂

Número 2

Colher Interessados Pelo Seu Produto ou Serviço em Pré-venda

Sua empresa está testando um novo produto, e precisa saber se há clientes interessados.

Vamos entrando

Muitas vezes optamos por fazer uma página de venda ou apresentação, em que os interessados podem se inscrever para saber quando o produto ou serviço estiver em venda.

Uma maneira muito fácil de fazer isso é com o Google Forms. Você cria essa página de produto, e no botão “call to action” insere o link para um formulário.

É preciso criar o formulário com o mínimo de informação necessária, como nome e email, e você agora tem uma planilha com uma lista de interessados com muito pouco esforço.

Número 3

Formulário de Contato

Dependendo do seu sistema ou aplicativo, você pode querer evitar uma configuração de envio de emails. Ou então ter uma primeira versão que funcione enquanto não desenvolve um formulário mais profissional.

Para esses casos você também pode usar o Formulários Google, para permitir que seus possíveis clientes entrem em contato.

Alô, quem fala?

Da mesma forma que os formulários tradicionais de sites, você pode receber a notificação de envio no seu email, e com o bônus de ter uma planilha com todos os contatos realizados.

Número 4

Vender Um Produto Ou Serviço

De maneira muito simples você pode criar um formulário para vender um produto ou serviço. Basta criar o formulário pensando em todas as informações que você precisa para se preparar para continuar o processo comercial.

Então você pode, por exemplo, aceitar encomendas de entrega de cupcakes. No formulário você vai precisar do nome, email, telefone, endereço, data desejada e método de pagamento, por exemplo. Se algo sair do script, você pode entrar em contato com o cliente, mas a venda já está feita.

Esse é um método muito rápido de iniciar um negócio. É frequentemente visto em ação em equipes em competições como o Startup Weekend, pela agilidade em botar a ideia para captar os primeiros clientes.

E aí, o que achou?

Já conhecia ou usou alguma dessas técnicas acima?

Aqui na Loeffa nós usamos o Google Forms para coleta de Feedbacks no nosso aplicativo Saúde em Dia, e tem funcionado muito bem.

Usamos algumas dessas técnicas com alguns de nossos clientes, para focar os esforços onde realmente importa: no core business.

Você tem interesse em aplicar uma dessas ideias no seu site, mas não sabe como?

Estamos preparando um produto para ajudar pessoas que queiram fazer alguma pequena melhoria ou resolver algum pequeno bug, mas não têm equipe de TI e não sabem por onde começar.

(Sim, é um formulário Google. Viu como é útil?)

Espero que estas dicas tenham te dado algumas ideias novas. Fique a vontade para compartilhar alguma dúvida ou sugestão nos comentários abaixo!

Diretor de Tecnologia | CTO @

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *