Como Fazer um Software? 5 Passos Para Um Projeto De Sucesso

Como Fazer um Software? 5 Passos Para Um Projeto De Sucesso

Ter a iniciativa para fazer um projeto novo não é fácil. É preciso estar atento às situações do dia-a-dia, raciocinar sobre o que pode ser melhorado ou revolucionado e formular uma nova ideia.

Essa ideia pode ser nutrida, avaliada e talvez virar um negócio incrível. Uma ideia que as pessoas olhem e pensem: “Como eu não pensei nisso antes?”

Mas para chegar nesse ponto é necessário, além da inspiração, muita transpiração em forma de validação e discussão em cima da ideia.

Pois quando a ideia é concebida, nós empreendedores conseguimos ver claramente o caminho feliz: “o cliente perfeito entra aqui, faz aquilo e dá tudo certo!”.

O que não é tão óbvio é que, na prática, esse cliente perfeito não existe. Todos vão ter que entender sua proposta de valor e se adaptar para aprender a ser seu cliente.

Por isso você, como empreendedor que está buscando desenvolver um novo software, precisa estar atento a alguns pontos na hora de iniciar um projeto de software novo.

A seguir vou listar 5 passos para garantir que seu projeto de software comece em uma base sólida.

Bem tranquilo, é só seguir a trilha

1 – Tenha O Objetivo Bem Claro

Seu projeto vai ajudar seu cliente a fazer ‘tal’ coisa, mas como isso vai ser feito? Como essa interação vai funcionar (em todos os casos) para seu usuário?

Você precisa ter muito claro o que seu software precisa fazer, qual é a grande proposta de valor. Se estiver difícil pensar nisso com clareza, pode ser que o público alvo não seja atraído pelo seu software. Então, se isso acontecer, seu software pode ser deixado de lado: hoje, pelos seus supostos usuários e no futuro próximo, por você próprio.

Sem objetivo definido não dá pra saber se o objetivo foi alcançado. Como filosofa o Gato de Alice no País das Maravilhas, para quem não sabe onde vai, qualquer caminho serve.

2 – Analise As Alternativas Já Existentes

Desenvolver software customizado envolve custos altos e o risco de não atender as expectativas.

Por isso, após definir bem o objetivo, procure na internet se já existe algum serviço que atenda essa sua demanda. Se já existe, considere contratar esse software existente antes de iniciar o próprio.

De duas uma: ou você vai resolver o problema (e não vai precisar investir em software customizado), ou então vai ver que o software que existe não te atende, e já tem alguma experiência para definir o que precisa ser desenvolvido para chegar no seu objetivo.

Não vá começar a construção de todos os prédios ao mesmo tempo

3 – Pense Em Quem Vai Usar

Você já tem clareza no objetivo, viu que nenhum software disponível te atende, e que faz sentido desenvolver um software customizado. Agora você precisa entender quem serão os usuários desse software.

Se são pessoas que estão sempre utilizando o celular, provavelmente é uma boa ideia desenvolver um aplicativo.

Se são pessoas que gostam muito de tecnologia, vai ser preciso ter um software com uma ótima experiência de uso, para não causar má impressão.

No caso de ter um público alvo mais leigo, o software precisa ser pensado nisso, para que seja o mais intuitivo possível. Seus usuários precisam se sentir acolhidos e confortáveis com essa nova opção que você está criando para ele.

4 – Não Tente Abraçar O Mundo

A ideia vai tomando corpo (na sua mente), ela vai fazendo sentido, até uma hora que você já consegue imaginar o seu projeto impactando o mundo inteiro.

Ótimo, é assim que as grandes ideias nascem, mas seu plano de dominação mundial precisa começar pelo começo, com o pé no chão. Tentar fazer muita coisa agora só aumenta o risco de falhar prematuramente.

Dessa forma, fazer um software mais complexo do que você precisa vai custar mais caro, demorar mais para ficar pronto e vai correr o risco de deixar seu usuário confuso.

Faça o mínimo necessário para atingir o objetivo principal. Quando o software já estiver sendo utilizado e servindo bem ao seu propósito, faz mais sentido investir nos objetivos secundários.

Uma boa execução começa com um bom planejamento

5 – Inicie Pelo Planejamento

Muito bem, sua ideia já passou com sucesso pelos passos anteriores. Agora é só fazer, certo?

Sim, mas vale a pena começar pelos fundamentos. É necessário ter um planejamento do quê se pretende fazer, para o resultado esperado aparecer no final.

Sem nenhum tipo de planejamento, a execução do projeto pode virar um grande jogo de azar. Nesse cenário, alcançar o objetivo pretendido está meramente nos braços da sorte.

Aqui na Loeffa nós identificamos um padrão. Sempre que iniciamos um novo projeto nós sempre investimos um tempo inicial em análise e planejamento.

Esse tempo serve para definirmos o que vai ser desenvolvido e para alinharmos as expectativas com quem contratou o desenvolvimento.

Dessa forma temos os próximos passos da execução definidos, e reduzimos o risco de não atingirmos as expectativas de quem está aguardando ansiosamente a entrega do software.

Avaliando a necessidade, nós transformamos essa etapa em um produto: o Planejamento Express.

Assim, mesmo que não queira iniciar o desenvolvimento agora, já sai com um planejamento e um cronograma estruturados, para nortear os próximos passos.

Essas são nossas principais dicas para quem está iniciando um novo projeto de software. O que achou? Tem outras dicas? Fique a vontade para comentar abaixo!

Diretor de Tecnologia | CTO @

Desde sempre o menino 'do computador', descobriu na Computação um mundo incrível a desbravar. Após anos como desenvolvedor mobile, encontrou no empreendedorismo um mundo ainda maior e mais desafiador. Aficcionado por carros antigos, tem seu Maverick desde os 17 anos de idade. Investe as horas livres trabalhando nele e lendo livros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *